terça-feira, 20 de junho de 2017

Jenilson Leite visitará as comunidades rurais do rio Muru, em Tarauacá


O deputado estadual Jenilson Leite ( PCdoB) inicia nesta terça-feira (20) uma viagem de cinco dias às margens do rio Muru, um dos rios que banha o município de Tarauacá.
O deputado nasceu no seringal Mucuripe e agora retorna suas origens para rever parente e amigos, além de ouvir os reclames dos ribeirinhos.


Leite se reunirá com os moradores dos seringais :  Mucuripe, Bom Futuro, Belo Monte, Lago Novo, Vitoria Nova Alto do Bode. O deputado vai verificar in loco a vivência do homem do campo, do pequeno agricultor e ouvir suas reivindicações.

O deputado Jenilson está no terceiro ano de mandato. Ele já visitou todas as comunidades pertencentes a região Tarauacá - Envira, sua base política. Agora visitará as comunidades do rio Muru, terra aonde viveu na infância.
" Depois de eleito, já visitei ramais, todos os Rios da regional Tk-envira. Hoje vou ao rio que nasci. É uma exercício de comprometimento. Ouvir as pessoas é uma maneira de lutar pelos interesses coletivos".

Os vereadores Lauro Benigno, líder do partido na Câmara de Tarauacá, e o presidente Carlos Tadeu, ambos do PCdoB, participarão da viagem com o deputado.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Jenilson Leite participa da entrega de títulos de terra no município de Bujari


O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) participou da entrega de 44 de títulos de domínio para os moradores do assentamento de terra Antônio Holanda, no km 08 do município de Bujari. Os títulos foram concedidos pelo INCRA, em parceria, com o governo do Estado e a Prefeitura do município.


O evento foi realizado na sede da associação dos moradores da comunidade Antônio de Holanda. Serão beneficiadas 107 famílias com a titulação.

Romualdo Souza (PCdoB), prefeito de Bujari, participou do ato junto com parlamentar. O gestor enfatiza que o título é um instrumento que garantir a comodidade dos assentados.


O deputado destaca que a conquista dos títulos definitivos das terras, concede a dignidade aos moradores. Além disso, permite que os beneficiados realizem empréstimos nas instituições financeiras para o fomento da produção.


O título de domínio é o instrumento que transfere o imóvel rural ao beneficiário da reforma agrária em caráter definitivo. É garantido pela Lei 8.629/93, quando verificado que foram cumpridas as cláusulas do contrato de concessão de uso e o assentado têm condições de cultivar a terra e de pagar o título de domínio em 20 (vinte) parcelas anuais.


Além da garantia da propriedade da terra para os trabalhadores rurais assentados, a titulação efetuada pelo Incra contém dispositivos norteadores dos direitos e deveres dos participantes do processo de reforma agrária, especialmente do poder público ( representado pelo Incra) e dos beneficiários, caracterizado pelos assentados.



Assessoria Parlamentar

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Jenilson Leite defende que freteiros tenham condições para trabalhar


O deputado Jenilson Leite ( PCdoB) acompanhado de outros parlamentares se reuniram na tarde de terça-feira, 13, no auditório da ALEAC com o representante AGEAC, freteiros e taxistas que transportam pessoas no trecho de Rio Branco /Tarauacá

e Cruzeiro do Sul.


Os donos de camionetas cobram da Agência Estadual Reguladora de Serviços ( AGEAC) a regularização do transporte de passageiros neste tipo de automóvel. Na semana passada, estes trabalhadores realizaram uma manifestação em frente ao Legislativo estadual pedindo o apoio dos deputados para a regulamentação dos serviços.

O presidente da AGEAC, Vanderlei Freitas, argumentou que a modalidade de transporte de camionetas não existe na lei. "Para se transportar pessoas é necessário que se faça um adequação na camionete". Segundo ele, freteiros de camionete não pode transportar pessoas e cobrar porque não estão regular para a realização do serviço.


Para o deputado Jenilson Leite, é necessário que estes trabalhadores tenham condições de trabalhar. Não podemos impedir as pessoas de trabalhar, temos que oferecer condições de trabalho regulamentando a categoria. " Precisamos olhar com carinho para essa categoria, eles prestam um serviço muito essencial para povo do Acre. Estas pessoas só querem trabalhar dignamente".


Os deputados vão avaliar e discutir uma lei que regulamente a profissão.

Além de Jenilson Leite, participaram da reunião os deputados: Antônio Pedro, Éber Machado Luiz Gonzaga,Jonas Lima e Jesus Sérgio.



Assessoria Parlamentar 

Dia Mundial do Doador de Sangue



Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado anualmente em 14 de junho.
O objetivo desta data é homenagear a todos os doadores de sangue e conscientizar os não-doadores sobre a importância deste ato, que é responsável pelo salvamento de milhares de vida.
A data foi criada por iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2014, e a data foi escolhida em homenagem ao dia de nascimento de Karl Landsteiner (14 de junho de 1868), um imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e várias diferenças entre os diversos tipos sanguíneos.

O Dia Mundial do Doador de Sangue é uma possibilidade para enfatizar mais uma vez por que é essencial que a doação seja altruísta e que haja doadores regulares para garantir a provisão de sangue seguro para todos os pacientes que precisem de transfusões. Em síntese, este dia é um veículo para promover: a motivação para que os doadores sadios que tenham doado para seus familiares se convertam em doadores regulares voluntários não remunerados; o aumento do número de doadores através de campanhas de conscientização e motivação; estilos de vida saudáveis nos doadores de sangue, para proteger sua vida e a dos pacientes que recebam seu sangue; enfatizar a necessidade de contar com sangue seguro.
Que tal comemorar essa data salvando vidas? Doe sangue e ajude!


domingo, 4 de junho de 2017

ALEAC realiza audiência pública em Vila Campinas para debater à violência


A Comissão de Segurança Pública e Combate à Violência e ao Narcotráfico da Assembleia Legislativa do Acre (ALEAC) realizou, em Vila Campinas- distrito de Plácido de Castro, uma audiência pública para debater sobre o índice de violência na comunidade e as soluções para o problema. O evento foi realizado nesta sexta-feira (02) na escola Luiz Gonzaga.


A audiência é fruto do requerimento do deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), presidente da Comissão de Segurança Pública da Casa. A solicitação do parlamentar recebeu o aval da Mesa Diretora, bem como dos demais colegas de parlamento que entendem que é a necessário aproximar a sociedade do legislativo e de combater a violência no Estado. O deputado protocolou o pedido atendendo uma solicitação dos moradores de Vila Campinas, que pediram a intervenção do Poder Legislativo nessa demanda. 


Além do autor do requerimento, participaram da audiência o secretário de segurança pública do Acre, Emylson Farias, o comandante da polícia militar, Cel. Júlio Cesar, o Prefeito de Plácido de Castro, Gedeon Sousa, presidente da Câmara de vereadores de Plácido de Castro, Paulo Acácio, o comandante do corpo de bombeiros, Cel. Roney Cunha, e os deputados estaduais: Lourival Marques (PT) e Eliane Sinhasique.

As pessoas da comunidade que estiveram presentes, apresentaram as autoridades denúncias referentes a crescente onda de violência dos últimos dois anos. Além disso, fizeram sugestões de como solucionar o problema. Os reclames da sociedade foram ouvidos e acatados pelos representantes do povo.


Como resposta as solicitações da comunidade,o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, garantiu a população que serão tomadas as medidas necessárias para combater a criminalidade. " Vamos reformar o posto da militar e polícia civil, além disso, vamos contratar dois servidores nas próximas duas semanas para fazerem os registos de ocorrências de domingo a domingo. Nosso compromisso também é de mandar uma moto para melhorar a ronda policial. Quanto ao Furepol vamos resolver". O secretário garantiu também, " que mandará uma equipe especializada no combate ao crime de drogas e mais armamento para os policiais de Vila Campinas". Farias enfatizou ainda o trabalho do presidente da Comissão de segurança pela forma que conduziu os trabalhos. "Quero agradecer o deputado Jenilson por está à frente dessa audiência e como tem conduzindo de forma Cortez e séria


Ainda na sua fala, Farias ressaltou que será destinado uma viatura do Corpo de Bombeiro para o distrito, bem como será ministrado o curso de primeiros socorros para o combate ao fogo.


Jenilson Leite, presidente da Comissão de Segurança Pública e autor do requerimento, agradeceu a presença das pessoas e das autoridades. Destacou também o nome do presidente da ALEAC, Ney Amorim, pelo apoio que vem dando para que as comissões se desloquem ao interior do Acre. “ O poder Legislativo se sente honrado neste dia, em poder contribuir com essa comunidade. Este debate que estamos fazendo aqui é de extrema importância, sendo que a segurança é algo primordial para o bem-estar de uma sociedade. E à Casa do Povo jamais pode estar fora dessa luta, por isso, afirmo que podem contar sempre com o poder legislativo. Além disso, quero agradecer as pessoas que vieram prestigiar esta audiência, as autoridades e o presidente Ney Amorim, porque ele tem contribuído bastante para que as comissões se desloquem para o interior do Estado, desta forma, podemos ouvirmos a sociedade e buscar uma solução”


O Coronel Júlio César, comandante da PM, destacou o papel da Comissão para sanar esses problemas de violência.

"A Comissão de Segurança da Aleac tem sido atuante junto a comunidade e deixo aqui meus parabéns a cada componente. Também aos representantes da Segurança do Estado e autoridades. Estamos à disposição para ouvir a população e traçar planos que resolvam os problemas enfrentados. 

O que disseram



" Que essa audiência gere um bom debate, com resultados que de fato irão contribuir para a segurança local. Nosso papel é discutir os problemas com a comunidade e fazermos essa ponte entre a população e autoridades competentes. Agradeço ao deputado Ney Amorim, que preside a Aleac e sempre nos oferece todo suporte necessário para as audiências. Combater o tráfico de drogas e consequentemente, O crime organizado, é uma tarefa de responsabilidade de cada um de nós", ressaltou o Lourival Marques. 



"É uma satisfação ver tanta gente presente nessa audiência, pois sinto que de fato as reivindicações dessas pessoas são verdadeiras e precisam ser atendidas. O crescimento de Vila Campinas é notório, e com ele também surgiram conflitos que precisamos combater, em especial aqueles relacionados às drogas, pois são a porta que se abre para que se inicie um processo de crimes. O Poder Público precisa agir e por isso estamos aqui hoje, para ouvi-los e dar um encaminhamento resolutivo a esses problemas", destacou Eliane Sinhasique. 


Os deputados estaduais que fazem parte da Comissão de Segurança Pública apresentarão um relatório da audiência no Poder Legislativo e farão os encaminhamentos necessários para que sejam feitos investimentos na segurança local.


Fonte:Folha do Acre.

https://folhadoacre.com.br/politica/aleac-realiza-audiencia-publica-em-vila-campinas-para-debater-violencia/

terça-feira, 30 de maio de 2017

Jenilson acompanha Secretaria de segurança do Estado em visita à Vila Campinas.


O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) junto com o sistema de segurança pública do Estado visitou nesta terça-feira (30), Vila Campinas, distrito do município de Plácido de Castro. A visita in loco teve como objetivo detectar os problemas relacionados à segurança da comunidade, cujo os crimes têm aumento nos últimos dois anos. Além dessa visita, na próxima sexta-feira (02/06), a Comissão de Segurança Pública da ALEAC, que é presidida pelo deputado realizará uma audiência pública para debater as problemáticas no tocante a violência.


Na visita desta terça-feira, Leite estava acompanhado dos secretários de Estado: Emylson Farias, secretário de segurança; Dr. Carlos Flávio, secretário de polícia civil; Cel. Júlio Cesar, comandante da PM; e o Cel. Roney Cunha, comandante do Corpo do Bombeiro. O deputado e os secretários estiveram no quartel da PM e na delegacia do distrito. Os chefes das pastas do executivo puderam constatar a situação dos prédios da área de segurança, ouviram as demandas dos moradores e na sexta-feira dirão o que será possível ser feito.

No início do mês, uma comissão permanente formada pelos próprios moradores do distrito de Vila Campinas foi à ALEAC cobrar uma solução para frear o aumento da violência. Atendendo a demanda da sociedade, o presidente da Comissão de Segurança apresentou um requerimento à Mesa Diretora do legislativo solicitando a realização da audiência pública para discutir junto com o governo do Estado e a sociedade civil organizada a demanda da comunidade


Jenilson Leite enfatiza que é necessário que os Órgãos de segurança conheçam a realidade para dar uma resposta contundente as demandas da comunidade. “Nossa visita de hoje é para detectar a problemática e, que no dia da audiência o governo tenha uma resposta para nossos moradores dessa comunidade". Leite salienta ainda, que garantir a segurança dos moradores significa melhorar a qualidade de vida dos habitantes locais.


O secretário de Polícia Civil, Dr. Carlos Flávio, disse que a visita técnica tem como objetivo ter ciência dos problemas. Desta forma, no dia da audiência serão discutidas as ações capazes de atender as demandas.

Emylson Farias, secretário de segurança pública, ressalta que é importante verificarmos in loco o que precisa melhorar e como vamos solucionar. “Nosso objetivo e garantir a segurança dos moradores de Vila Campinas. Essa visita é fruto das conversas entre os poderes e a comunidade”, destaca Farias.

O comandante da PM, Cel. Júlio Cesar, afirmou que o efetivo de vinte homens da PM ficará no distrito. Além disso, o comandante garantiu que fará os reparos necessários no quartel e dará melhores condições de trabalho a corporação.


Assessoria Parlamentar 

domingo, 28 de maio de 2017

Jenilson Leite cumpre agenda em Manuel Urbano


O deputado estadual Jenilson Leite ( PCdoB) cumpriu agenda neste final de semana no município de Manuel Urbano. O parlamentar participou de uma audiência pública da Comissão de Saúde da Aleac ( Assembleia Legislativa do Acre), da qual o comunista é membro titular. 


A audiência foi solicitada pelo deputado Raimundinho da Saúde ( PTN). O encontro contou com a participação do prefeito Tanízio de Sá, representante do MP, e membros da direção do Sintesac. 


Além disso, o deputado visitou o Hospital da cidade para ver de perto como anda o funcionamento da unidade de saúde. Leite visitou ainda, a sede do DEPASA. 


O deputado salienta que é importante os legisladores estaduais acompanhar o funcionamento dos Órgãos estaduais nos municípios. Ouvir os reclamantes da sociedade para poder buscar a solução junto com o governo do Estado e bancada federal do Acre. " Tenho buscado acompanhar de perto o funcionamento dos órgãos estaduais em todo o Estado. Ouvir os reclamantes dos cidadãos, desta forma fico sabendo o que está bom e o que precisa melhorar. Além disso, quando temos ciência do problema sabemos a quem procurar"


Assessoria Parlamentar 

sábado, 27 de maio de 2017

Jenilson é homenageado com medalha Ordem do Mérito Guardião Estrela Altaneira

O deputado estadual Jenilson Leite (PC do B) foi homenageado com a medalha Ordem do Mérito Guardião Estrela Altaneira durante a solenidade dos 101 anos de fundação da Polícia Militar do Acre nesta sexta-feira, 26, na frente do quartel da instituição, no Centro de Rio Branco.


O parlamentar ofereceu a honraria “à família, aos colaboradores de seu mandato, aos meus camaradas e a todos que lutam ao meu lado por uma sociedade melhor e mais justa”, disse. Ele também agradeceu ao comandante da PM, coronel Júlio César, pelo reconhecimento.


Também foram homenageados 99 militares com a ordem do mérito Barão do Rio Branco e outras 43 pessoas receberam a
medalha Ordem do Mérito Guardião Estrela Altaneira
Entre os homenageados estavam promotores, procuradores, deputados, secretários estaduais, delegados, padres, pastores e empresários.



Fonte :AC24HORAS

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Jenilson Leite intermedia negociações entre sindicato dos técnicos de enfermagem e enfermeiros do Acre com o Pró-Saúde



As negociações entre Sindicato dos Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros –SPATE/Acre, Pró- Saúde e Governo do Estado, através da articulação política do deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) tem avançado bastante. Na quinta-feira (25), em Rio Branco, o parlamentar se reuniu com a presidente do SPATE Rosana Nogueira, o representante do governo do Estado Irailton Lima, e a diretora administrativa do Pró-Saúde Carlota Grasso, para debater a respeito das reivindicações da categoria.

O sindicato cobra do Governo e do Pró-Saúde a redução na carga horária dos técnicos de enfermagem e enfermeiros. Atualmente a carga horária do plantão dos profissionais do Órgão são de 12 por 36 horas. Um total de 14 plantões mensais. Além disso, o sindicato cobra do governo a convocação dos concursados da Sesacre, o pagamento de insalubridade dos profissionais que foram contratados recentemente e ainda não recebe o benefício, alteração da lei 84 e a reforma no local de descanso da equipe de enfermagem no hospital de Brasileia.

Na semana passada, Jenilson e Rosana haviam discutido as pautas que foram debatidas no encontro desta quinta-feira. A sindicalista pediu a mediação do parlamentar nas negociações da classe com o governo.

O representante do governo, Irailton Lima, disse que no entendimento do Governo e do Pró-Saúde é possível avançar no novo acordo sindical, considerando o interesse da autarquia na manutenção da jornada de trabalho de 12 por 36 horas. Destacou também que o governo tem disposição de avaliar o reajuste e a redução da jornada de trabalho solicitada pela classe. “Não estamos dizendo que vamos conceder os ajustes, porque temos que avaliar o impacto financeiro, contudo, vamos continuar dialogando com o sindicato porque essa é a posição do governador Tião Viana de fortalecer os trabalhadores por meio de sua representação sindical. Por isso, acreditamos que neste caso vamos ter avanços satisfatórios no acordo”.

A presidente do SPATE, Rosana Nogueira, demonstrou otimismo com o avanço das negociações junto com o Governo e Pró-Saúde. “Saio da reunião esperançosa que vamos avançar e obter os resultados que buscamos”.

Ainda na reunião, a sindicalista e o representante do governo acertaram uma data para debater com a Sasacre as reivindicações no tocante a contratação de novos profissionais de enfermagem.

O deputado Jenilson Leite ressaltou que o diálogo é sempre o caminho para obtenção dos avanços necessários nas negociações entre Governo e Sindicato. “Este encontro demonstra que o diálogo é fundamental para avançarmos nas negociações. Isso, me deixa muito feliz porque percebo que estamos caminhando na direção certa. Ou seja, utilizarmos nosso mandato para atender as demandas da sociedade”.


Assessoria Parlamentar 

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Água tratada em aldeias de Jordão diminuirá morte de crianças indígenas


O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) usou a tribuna do parlamento acreano nesta terça-feira (23) para destacar uma conquista inédita nas aldeias indígenas de Jordão. As trintas e duas aldeias do município serão contempladas com água potável.

Na sexta-feira (19), o deputado participou junto ao governador Tião Viana, e do diretor-presidente do DEPASA Edvaldo Magalhães, do lançamento do programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioambiental (PROSER), na aldeia São Joaquim.


O valor do montante é de R$ 1 milhão na área de saneamento básico e de abastecimento de água nas comunidades indígenas do município. Serão beneficiadas 386 famílias, ou seja, totalizando mais de três mil índios.


Faz parte do programa a implantação de reservatórios de água, redes de distribuição, ligações domiciliares, kits de bomba com placas solares e motor-bombas.

O médico e deputado destacou ainda, a implantação de duas turmas do ensino médio na aldeia São Joaquim. Na comunidade, funciona o Centro Memorial dos Huni kui. Além disso, o governado do Estado investirá R$ 14 milhões para fomentar a cadeia produtiva nas aldeias.


Jenilson destacou que antes de assumir o cargo de deputado, atuou como médico durante três anos no município de Jordão, e que durante este período presenciou a morte de crianças em decorrências do uso da água sem tratamento. “ Esse investimento irá transformar a vida dos indígenas daquela região, pois o tratamento da água tratada evita diversas doenças das quais eles eram acometidos, indo muitas às vezes a óbito”. O deputado ressaltou que ações como essa, “denota o compromisso do governado com as populações mais isoladas, que muitas vezes foram deixadas de lado. Uma ação fantástica que merece todo o reconhecimento”.


O DEPASA, órgão responsável pela distribuição de água potável, saneamento básico e pavimentação de ruas está investimento cem milhões de reais nos quatro municípios isolados do Estado: Jordão, Santa Rosa do Purus, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter.


Leite falou ainda do lançamento do PROSER em Santa Rosa do Purus, ocorrido na sexta-feira. No município do Vale do Purus, serão pavimentados 3,02 km de ruas. A rede de esgoto será de 6,13 km, com 508 ligações para os domicílios, 76 tratamentos individuais e uma estação de esgoto, desta forma evitando que os resíduos sejam despejados no rio sem receber o tratamento adequado. A rede de água contemplará 216 domicílios com uma extensão de 5,2 km. Além disso, a rede de drenagem terá uma extensão de 1,71 km. O valor em dinheiro é de quase vinte milhões de reais.



 Assessoria Parlamentar                                                                                                                                                              

sábado, 20 de maio de 2017

Jenilson recebe direção do sindicato dos técnicos de enfermagem e enfermeiros

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) se reuniu na na sala de reuniões da ALEAC, com a direção do sindicato dos técnicos de enfermagem e enfermeiros do Acre (SPATE- Acre). No encontro com a presidente do SPATE-Acre, Rosa do SPATE, foram debatidos assuntos relacionados a melhoria nas condições trabalhista, acordo coletivo do pró-saúde e diminuição do número de plantões extras dos técnicos e enfermeiros da Sesacre.


No estado não há um sindicato que represente os funcionários de Pró-saúde, por isso, os técnicos de enfermagem e enfermeiros recorreram ao SPATE. Eles reivindicam melhores salários e acordos coletivos que diminua a carga horária de trabalho.

Os técnicos e enfermeiros do Pró-saúde tiram mensalmente 12 plantões. O parlamentar enfatizou que vai trabalhar para que sejam reduzidos para onze plantões para atender à solicitação da categoria. “ Vamos dialogar com a Secretário de Saúde do Estado e com a direção do Pró-saúde para buscarmos uma solução para que ambas as partes saiam satisfeitas do acordo”, salienta o deputado.

Jenilson Leite e a direção do SPAT também discutiram a alteração da lei 84/, que versa sobre a contratação de novos profissionais de enfermagem pela Sesacre e a diminuição do número de plantões extras. Atualmente os profissionais de enfermagem podem tirar até 15 plantões extras durante do mês. O sindicato reivindica que o número seja reduzido para dez.

Ainda na pauta do encontro, dialogaram acerca das precárias condições de trabalho que os funcionários do hospital regional de Brasileia enfrentam. Segundo Rosana, a equipe de enfermagem necessita de mais condições de trabalho para prestar um serviço de qualidade aos clientes do SUS. “ Falta uma sala para que os profissionais no exercício de sua jornada de trabalho usufruam do repouso que lhe é assegurado. Pois, o local que existe não tem condições de uso, desta forma precisa de uma reforma urgente ”, cobrou Rosana.

O deputado que é médico e membro da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Acre disse que reivindicará junto ao governo do Estado, que adote as medidas necessárias para que os profissionais possam utilizar o espaço. “Vou levar essas reivindicações ao responsável pela pasta da Saúde, cobrarei dele providencias urgente. Sei o quanto é necessário um espaço apropriado para os profissionais de saúde desenvolverem um serviço de qualidade, além disso o repouso é fundamental para a saúde dos trabalhadores”, disse Leite.




Fonte:AC24HORAS

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Jenilson Leite discute com os estudantes de Engenharia Ambiental da FAMETA sobre o gerenciamento de resíduos sólidos no Acre


Na manhã desta quinta-feira (17) o deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), recebeu em seu gabinete da ALEAC, os estudantes de engenharia ambiental da Faculdade META (FAMETA) para tratar de assuntos referentes aos municípios que ainda elaboraram os planos municipais de gerenciamento integrado de resíduos sólidos.


A geração diária de resíduos sólidos no Acre é a 2ª menor taxa na Amazônia legal, a taxa está estimada em 486 t/dia. Atualmente 55% dos municípios da região norte do País degradam o solo amazônico com os depósitos inadequados dos RSU’s (resíduos sólidos urbanos). No Acre, os lixões a céu abetos representam 95,44% da degradação das terras acreanas.


Segundo os acadêmicos, 90,91% dos municípios acreanos ainda não efetuaram ações concretas para a seleção adequada dos RSU’s. Por exemplo, a construção de aterros sanitários. Ainda segundo o levantamento dos dados feitos pelos estudantes, apenas os municípios de Sena Madureira e Rio Branco possuem processos de licenciamento ambiental ativos, no Instituto de Meio Ambiental do Acre, para instalação e operação de aterros sanitários, respectivamente. 


“Infelizmente o cumprimento da Leis Federais Nº 11.445/2007 e Nº 12.305/2010 para elaboração dos planos municipais de saneamento básico e gerenciamento integrado dos resíduos sólidos ainda não foi universalizado nos municípios acreanos, tampouco no Brasil”, lamentaram os acadêmicos. 

No Acre, somente o município de Rodrigues Alves- no interior do Estado-, possui os dois documentos de gestão para o cumprimento das leis federais que versam sobre a implantação dos resíduos sólidos. 

O deputado junto com os discentes concordou que é necessário que se faça um estudo detalhados acerca do problema. Além disso, os Órgãos responsáveis e autoridades precisam se engajar mais no debate do tratamento adequado do lixo no território acreano. 

Jenilson Leite enfatizou que vai levar o tema aos órgãos ambientais do governo, também se colocou à disposição dos estudantes para enfrentar a falta dos planos municipais no tocante a discussão. 



Assessoria Parlamentar

Aumentou o número de doares sanguíneo após sanção da lei que isenta doares de pagar taxa de inscrição em concurso público estadual


Desde o dia 27 de setembro de 2015, está em vigor a lei que isenta doadores de sangue fidelizados de pagarem a taxa de inscrições nos concursos públicos e vestibulares estaduais. A lei também abrange doadores de medula óssea e garante também o direito da meia-entrada em eventos culturais. A lei é de autoria do deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), que é médico e membro da comissão de saúde da Assembleia Legislativa do Acre ( Aleac).

A lei tem por objetivo estimular a população a doarem sangue, desta forma suprir a necessidade dos estoques de sangues nos bancos sanguíneos do Estado.  Desde a sanção do governador aumentou o número de doares de sangue nos hospitais que realizam as coletas, segundo dados do Centro de Hematologia.

Para se tornar um doador fidelizado é necessário realizar três doações sanguíneas durante o ano. Além dos benefícios já citados, no dia da coleta o doador fica isento de pagar a passagem de ônibus. 

Na semana passada, a estudante Suzy Santos compartilhou na rede social Facebook uma fotografia segurando a carteira de doara de sangue. Na postagem, ela falou das vantagens de ser uma doara fidelizada e do gesto humano que é doar sangue. “ Talvez essa seja uma das minhas melhores fotos. Pois, hoje tive o prazer de receber minha carteirinha de doara de sangue. Para quem não sabe, na terceira doação você já tem direito a fazer sua. Além de salvar vidas, você direito à gratuidade nos concursos estaduais e meia entrada no cinema (sic)”. Enfatizou Suzy Santos.

             A falta de sangue nos estoques dos hospitais do Acre é uma realidade vivencia de perto pelo autor da lei, sendo ele médico infectologista. Para o deputado, o aumento no número de doares é muito gratificante, pois, isso demonstra que os trabalhos desenvolvidos pelo mandato vêm gerando frutos para sociedade acreana. “Me sinto feliz por sabe que uma lei de autoria do nosso mandato está beneficiando a população. Venho buscando fazer um mandato próximo do povo e que possa atender os anseios da sociedade. Quem doa sangue, ajuda salvar vidas”.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Colhendo os frutos do nosso mandato



As ações do mandato que os acreanos me concedeu têm gerados bons frutos e reconhecimento por parte da população. 
Nesta quinta-feira, 11, a jovem Suzy Santos compartilhou sua fotografia segurando a carteira de doadora de sangue. Isso me deixou bastante feliz, pois é fruto das ações do nosso mandato. Um mandato popular e próximo do cidadão acreano. 

Apresentamos em 2015 um anteprojeto de Lei cuja aprovação foi unânime pelos demais pares da Aleac. O projeto versa sobre a doação de sangue e o benefício que gera para o doador e para quem recebe. 
Os doadores  de sangue, após doar pela terceira vez recebe uma carteira. Esse documento garante isenção nos concursos públicos estadual, meia entrada nos cinemas e eventos culturais, e no dia que for doar a passagem de ônibus é grátis. 

Quando alguém doa sangue, ele ajuda a salvar três vidas. Milhares de pessoas no Brasil depende da doação de sangue, por isso, este projeto é tão importante para os acreanos. 

Deputado Jenilson Leite

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Assembleia Legislativa realiza sessão solene em homenagem a assistentes sociais


A Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) realizou na manhã desta quinta-feira (11) sessão solene em homenagem ao Dia do Assistente Social, que é comemorado no dia 15 de maio. A solenidade foi proposta pelo deputado Jenilson Leite (PCdoB), através de requerimento aprovado por unanimidade em plenário.

O presidente em exercício da solenidade, deputado Jenilson Leite (PCdoB), agradeceu a presença dos assistentes sociais, lembrando que os mesmos exercem um papel importante, contribuindo para mudar os rumos da política social do Acre.


“Sejam todos bem-vindos à casa do povo. Esta solenidade é uma homenagem mais do que justa, pois os assistentes sociais se dedicam diariamente à luta por melhores condições de vida, saúde e trabalho para grupos sociais menos favorecidos ou à margem da sociedade. ”, afirmou.

O parlamentar fez questão de destacar a importância do assistente social para a melhoria da qualidade de vida da população. “Nossa intenção é buscar melhorias para esses profissionais que tanto contribuem com nossa sociedade. Eles são protagonistas na luta pela consolidação dos direitos e construção de uma nova sociedade para todos. Profissionais que fazem a história, não apenas no dia 15 de maio, mas todos os dias do ano”, frisou.


Em pronunciamento, Sandra Maria Amorim, Presidente do Conselho Regional de Serviço Social, destacou as bandeiras de luta que a categoria defende. “O dia 15 de maio não é uma data comemorativa para nós, mas uma data em que reivindicamos aquilo que nós acreditamos que é necessário para fortalecer o nosso trabalho. Neste ano, a nossa campanha foi contra a reforma trabalhista, dissemos não à Reforma da Previdência, porque ela impacta nas nossas ações e na vida social dos nossos usuários”, enfatizou.

Sandra Amorim também destacou a importância da atuação do assistente social na área da educação. “Precisamos de mais profissionais que atuem na área da educação, pois nós acreditamos que a educação é o primeiro passo para a emancipação humana. A presença dos assistentes sociais nas escolas expressa uma tendência de compreensão da própria educação em uma dimensão mais integral. Nós temos que dar as mãos e lutar diariamente para sermos reconhecidos e inseridos em outras áreas”, complementou.

A vice-prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), prestigiou a sessão em homenagem aos assistentes sociais. Disse que o momento também é oportuno para uma reflexão quanto aos rumos que a profissão deve seguir. Para ela, é necessária a valorização profissional da categoria.


“Quero dizer da minha satisfação e agradecer pelo convite de estar nesta merecida homenagem aos assistentes sociais. Só poderia partir de alguém sensível como o senhor, deputado Jenilson. Dizer a cada um, que para mim é uma honra imensa estar aqui com vocês neste momento. Os assistentes sociais têm uma forte presença na minha trajetória profissional. É preciso rever os pisos salariais da categoria, é momento de reflexão. Eu penso sempre que para além de prestar o reconhecimento, precisamos também fazer aquilo que a Elza falou, que é uma avaliação da profissão”, destacou.

A coordenadora do curso superior de Serviço Social da Uninorte, Siomary Benevides, ressaltou a importância da profissão para a sociedade. De acordo com ela, a atividade permite um olhar humanístico diante da realidade apresentada. Siomary agradeceu a Aleac pela iniciativa de homenagear a categoria.

“É uma grande satisfação estarmos participando deste momento. Acredito que temos que buscar sempre o conhecimento. É uma profissão muito bonita, no sentido de que temos uma visão geral sobre as coisas. A gente aprende a ver o indivíduo como deve ser. Parabenizo a todos pelo exercício profissional, que deve ser desempenhado com ética. Agradeço a Assembleia Legislativa por essa iniciativa aqui”, pontua.


A deputada Eliane Sinhasique (PMDB) falou da importância do assistente social para o alcance de uma sociedade mais justa e igualitária. “O profissional que ajuda os mais carentes, os menos favorecidos a ter acesso aos direitos universais é o assistente social. Quando você consegue fazer com que uma pessoa tenha acesso a um programa como o Bolsa Família, que é um programa maravilhoso, é gratificante. Agora sei também o quanto dói chegar a uma casa caindo aos pedaços e não conseguir resolver a situação, não conseguir ter acesso a um dos colchões que estão ali armazenados no Aviário”, pontua a peemedebista.


Mircléia Magalhães e José Pinheiro
Agência Aleac Foto Jardy Lopes 

VEREADOR LAURO BENIGNO FAZ VISITA AO SETOR DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR


A pedido do vereador e presidente do Sinteac Lauro Benigno que também é presidente da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores, atendendo uma demanda dos gestores escolares que estavam reclamando da merenda escolar (quantidade, qualidade, demora na entrega etc...), a câmara de vereadores realizou nesta terça-feira (09), uma visita no setor de alimentação escolar.

O presidente do SINTEAC também convidou todos os vereadores para realizarem a visita ao setor de merenda e verificarem como está as condições de armazenamento e fornecimento de merenda para as escolas da rede municipal. Compareceram a visita os vereadores Raquel Souza, Príncipe, Radamés, Lauro Benigno e Carlos Tadeu, e as vereadoras Janaina Furtado e Véinha.

A coordenadora responsável pelo setor da merenda, professora Nilzemar Torres fez suas ponderações e disse que realmente teve sim alguns problemas relacionados à merenda escolar, tendo em vista o início do ano letivo e a grande demanda das comunidades rurais e que havia poucos gêneros alimentícios no depósito, mas que com a contrapartida financeira da prefeitura será possível solucionar o problema em um prazo máximo de 10 dias e tudo será normalizado e não teremos mais problemas relacionados a falta de merenda nas escolas municipais.

Os vereadores disseram que voltarão ao Setor da Merenda no prazo estipulado pela Coordenadora. Salientaram a importância da merenda escolar sendo este por muitas vezes o único alimento dos alunos e que melhorasse a qualidade inclusive aumentando os valores na aquisição da quantidade de produtos da agricultura familiar.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

ALEAC realizará uma audiência pública para debater sobre a violência na Vila Campinas, em Plácido de Castro


O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), presidente da Comissão de Segurança da ALEAC 
(Assembleia Legislativa do Acre), protocolou na terça-feira (09) um requerimento junto a Mesa diretora da Casa solicitando a realização de uma audiência pública no distrito de Vila Campinas, no município de Plácido de Castro, para debater sobre a onda de violência que aumentou drasticamente nos últimos dois anos. O pedido do comunista foi aprovado pelos demais membros do parlamento acreano.

O deputado argumentou no requerimento, que a audiência pública visa discutir junto com a sociedade e as autoridades da área de segurança a crescente onda de violência   no distrito de Campinas. Além disso, o evento tem como  objetivo discutir políticas públicas que visem à adoção de estratégias para reduzir as formas e índices de violência, proporcionando a toda sociedade acreana a segurança e tranquilidade que outrora existiu.


O distrito de Campinas faz parte da Jurisdição administrativa do munícipio de Plácido de Castro, localizado a 60 quilômetros da capital Rio Branco, sentido Porto Velho, via BR-364. Atualmente conta com mais de 12 (doze) mil habitantes em toda sub-região, sendo que faz divisa com os municípios de Senador Guiomard e Acrelândia.

Jenilson Leite apontou como fatores que contribuem para o aumento da violência no Distrito, a extensão territorial, o fechamento da subdelegacia e o quase fechamento do sub-comando da PM. “ Com a vasta extensão territorial cortada por dezenas de ramais, nos últimos dois anos vem enfrentando graves problemas e aumento nos índices de criminalidades, agravados, em parte, pela retirada e fechamento quase total da subdelegacia de Polícia Civil, que por décadas funcionava no Distrito de Campinas, somando a este fator nos últimos meses vem se anunciado extraoficialmente que a Administração do sub-comando da Polícia Militar também será remanejado para o Município de Senador Guiomard”.


O presidente da Comissão de Segurança enfatizou que as matérias dos jornais de grande repercussão do Estado tem sido testemunhas oculares e veículos de informações que comprovam os inúmeros crimes e atos de delitos que vem ocorrendo em toda sub-região de Campinas. Por exemplo, o aumento do tráfico de drogas e consequentemente o aumento do número de usuários, vitimando e aliciando acima de tudo pré-adolescentes e a juventude de Campinas, fato este que vem preocupando toda a comunidade escolar composta por: pais, alunos e professores. Aliciamento e exploração sexual de menores, pedofilia e prostituição infantil.  Arrombamento de pontos comerciais, assaltos e furtos tanto na área urbana, quanto na zona rural. Homicídios, espancamentos e brigas generalizadas. Atos de vandalismo, tais como: incêndio de ônibus.

Jenilson Leite usou a tribuna para reiterar seus argumentos. O deputado disse que se reuniu com secretário de segurança pública do Estado, Emylson Farias, e cobrou a permanência do sub-comando da Polícia Militar na Vila Campinas, bem como a manutenção da subdelegacia. Além disso, Leite recebeu na ALEAC lideranças da comunidade pedindo providencias no tocante ao combate a crimilidade.

O presidente da ALEAC, Ney Amorim (PT), fez questão de enaltecer o trabalho da Comissão de Segurança Pública do parlamento.