terça-feira, 1 de setembro de 2020

“Trazer a vacina contra a Covid para o Acre é a principal prioridade de saúde pública”, diz Jenilson

 


O médico infectologista Jenilson Leite, deputado estadual e membro da equipe de linha de frente no combate à covid-19 no Pronto Socorro de Rio Branco, desde o dia 09 de junho, data na qual se afastou das atividades legislativas para cuidar dos pacientes que contraíram o vírus, fez uma avaliação da situação da doença em solo acreano.

A avaliação ocorreu neste domingo, 30, após o seu plantão com os profissionais de saúde da linha de frente. Na oportunidade, Leite destacou que tem sido uma honra em lutar e fazer da equipe da UTI- Covid-19 do PS. ” Para mim tem sido uma honra lutar e fazer parte dessa equipe juntos com enfermeiros, maqueiros e profissionais de apoio”, destacou o médico.

O médico deputado enfatizou que conforme os gráficos e os boletins epidemiológico, a situação das internações nas UTIs COVID tem diminuído. Além disso, o pico de novos casos e óbitos está em queda. ” Passamos o período do pico da doença, dificilmente nos meses seguintes teremos elevação dos casos, mas precisamos nos cuidar, usar máscaras sempre, porque senão, vamos ver muita gente morrer antes da chegada da vacina”, afirma o médico.

Para o deputado, além do governo garantir à assistência aos doentes, a principal bandeira do governador Gladson Cameli e a Secretaria de Saúde são correr atrás da vacina. ” A partir de agora, o governo mesmo na precisa ter como principal bandeira de luta contra a covid-19, conseguir a vacina para o Estado do Acre tão logo que ela esteja disponível”.

Fonte: Folha do Acre

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Número de mortes e casos de Covid sobe no Acre após 1 mês da reabertura do comércio

 

Os gráficos que mostram aumento na curva de mortes e novos casos foram divulgados pelo médico infectologista Jenilson Leite

O médico infectologista Jenilson Leite, que também é deputado estadual, usou as redes sociais na manhã desta quarta-feira (19) para afirmar que um mês após a flexibilização das regras de isolamento social os números de infectados e pessoas mortas pela Covid-19 voltou a subir no Acre e pediu aos cidadãos que mantenham os cuidados sanitários, incluindo, o uso de máscara.

Jenilson Leite afirmou que a curva aumentou para cima da média. “Voltou a subir. Após um mês da flexibilização voltamos a ficar acima da média de casos novos e óbitos. Aumento para cima da média. Vamos nos cuidar. Usem máscara”, orientou.


Após um mês de flexibilização, o Acre atingiu a faixa amarela onde foi permitido reabrir bares, restaurantes, pizzarias e igrejas.

Em recente entrevista, o governador Gladson Cameli afirmou que se os números de casos da doença voltassem a subir ele poderia rever os decretos de flexibilização e retornar para regras mais rígidas de isolamento.


Fonte: Folha do Acre

Jenilson Leite convida Energisa para explicar ações do Programa Luz Para Todos

 


O deputado estadual Jenilson Leite (PSB) apresentou um requerimento convidando a empresa Energisa, distribuidora de energia no Acre, para prestar esclarecimento por meio da plataforma online da Assembleia Legislativa, sobre as ações, investimentos, cronograma e prioridade do Programa Luz Para Todos até o ano de 2022.

O vice-presidente da ALEAC justificou que, a demora no cumprimento dos prazos do Programa Luz Para Todos faz com que seja necessário uma explicação da empresa. ” A energia elétrica é de natureza essencial, que integra o mínimo existencial, não podendo diversas famílias ficarem sem o devido acesso. Quando a Energisa comprou, ela prometeu uma coisa e na prática age diferente. Por isso temos que saber como será feito.

Portanto, se torna necessário a convocação de uma reunião com a ENERGISA Acre, na plataforma on-line, para que apresentem um cronograma referente aos serviços a serem executados pelo Programa Luz Para Todos até o ano de 2022″, argumentou.

Jenilson Leite é autor da CPI da energia elétrica, comissão parlamentar que apurou as ações irregulares da aquisitora da Eletroacre. A mobilização política que gerou a CPI e a recusa da população em pagar uma energia cara e um serviço de péssima qualidade, fez com que a justiça barrace o aumento de 21% para 18%. Além disso, a ANEEL proibiu um novo aumento em 2019.

Fonte: Folha do Acre

Jenilson alerta para problemas respiratórios devido às queimadas

 


O deputado Jenilson Leite (PSB) disse que a questão da fumaça das queimadas tem influência na pandemia. “Os problemas respiratórios aumentam quando há mais fumaça”, afirmou o deputado do PSB.

O Acre tem registrado, na Amazônia, um dos maiores quantitativos de focos de queimadas –quase 991 neste período de verão. “Queremos pedir que intensifiquem o cuidado com essas queimadas”, pediu.

Ele destacou que a queda nos casos de Covid-19 tem sido lenta. “Qual a tradução disso? as medidas precisam continuar, precisamos continuar quebrando a cadeia de transmissão”, disse Leite, reafirmando o uso de máscaras e todas as medidas de higienização para conter o vírus.

Ele comparou a situação da doença entre países e lamentou a falta de política pública acertada pela presidência da República. “A abordagem política tem influência no resultado”, disse.

Fonte: Folha do Acre

Jenilson Leite solicita prorrogação do auxílio insalubridade para profissionais de saúde

 

O deputado estadual Jenilson Leite (PSB), médico infectologista e vice-presidente da ALEAC, protocolou uma indicação junto à mesa diretora do parlamento, nesta terça-feira ( 04), na volta dos trabalhos legislativo, para que o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde realize a prorrogação do pagamento de adicional de insalubridade aos servidores estaduais da área da saúde, como medida precária e temporária, enquanto perdurar o reconhecimento de calamidade pública no âmbito do Estado do Acre.


O deputado que é médico e está trabalhando de forma voluntária no Pronto Socorro da Capital e nos hospitais do interior do Acre, solicitou a prorrogação porque o auxílio foi aprovado pelo período de três, cujo término será no final de julho.

Na sua fala em defesa da prorrogação do benefício, Jenilson argumenta que a prorrogação é uma forma de reconhecimento aos trabalhadores de saúde, o principal combatente da linha de frente ao novo coronavirus.

” O combate à doença pandêmica se trata de uma verdadeira guerra e o nosso exército é formado pelos profissionais de saúde e de vigilância sanitária, que mesmo expostos à doença têm se dedicado todos os dias ao tratamento dos pacientes infectados. Médicos, enfermeiros e demais funcionários de hospitais, postos de saúde e clínicas devotam a sua atuação para a população do país. Por isso, a prorrogação é uma forma de agradecimento aos que estão se doando para salvar vidas”.

Vale lembrar que o deputado Jenilson foi o primeiro a propor que o governo do estado concedesse o auxílio insalubridade aos profissionais de saúde e da área de segurança pública.

“O trabalhador de saúde são os mais expostos ao contágio, pois na atividade laboral lidam diretamente com os pacientes contaminados. Diante desse cenário, venha aqui pedir ao governador para usando de sua sensibilidade com os estes trabalhadores prorrogue o auxílio”, pediu o deputado.

Fonte: Folha do Acre

Jenilson Leite parabeniza Socorro Neri pelo pagamento de insalubridade para trabalhadores de saúde

 


O médico infectologista Jenilson Leite, deputado e presidente do diretório municipal do (PSB) de Rio Branco, parabeniza a gestora pelo pagamento do grau máximo de insalubridade para os profissionais de saúde que lidam com os pacientes da covid-19, e também para os trabalhadores que estão afastado da função em decorrência de terem contraído o vírus.

A conceção de 40% de auxílio insalubridade para os trabalhadores de saúde, é o reconhecimento da gestão municipal com aqueles que dedicam a vida a salvar outras vidas. ” Somente um gestão comprometida com as pessoas, é capaz de ter esse olhar. Parabenizo a prefeita Socorro por esse reconhecimento” , afirma Jenilson Leite.

A portaria foi publicada pela Secretaria Municipal de Gestão Administrativa ( Segati) garantindo o adicional a partir do mês de agosto. O valor será acrescido sobre o vencimento do salário. Segundo a portaria, o percentual será válido somente para quem já recebe atualmente os 20% sobre o menor salário pago na capital.

Para o deputado, o gesto de Socorro é uma atitude louvável. Além disso, ele destaca que a prefeita Socorro Neri conseguiu equilibrar as contas do município, o que permitiu conceder o benefício. ” Uma gestão que tem equilíbrio fiscal e seu gestor tem apreço por quem cuida de vida ou daqueles que se dedicam ao próximo, é digna de aplausos”, destaca o médico.

Fonte: Folha do Acre

Jenilson segue fazendo plantão na UTI COVID do PS durante o recesso parlamentar

 



Aquela máxima de que o trabalho não pode parar se aplica perfeitamente nas ações do deputado estadual Jenilson Leite ( PSB), médico infectologista, que segue nas escalas de plantões do Pronto Socorro mesmo durante o recesso parlamentar de meio de ano. O médico voltou a integrar as escalas do hospital desde o início de junho, quando tomou a decisão de se ausentar dos trabalhos legislativos para cuidar da saúde da população.

No momento em que o deputado tomou aquela decisão, o Estado do Acre vivia um dos momentos mais críticos da disseminação do novo coronavirus, com superlotação dos leitos de UTI para covid-19 , pacientes vindo a óbito e falta de profissionais de saúde.

Com a diminuição dos casos de covid-19, a abertura do comércio vem ocorrendo de forma gradativa e a vida voltando a normalidade. Para o deputado, esse resultado é consequência do esforço coletivo dos gestores públicos, dos tralhadores de saúde, das forças de segurança e da população que entendeu a necessidade de se cuidar, evitando aglomeração e usando EPI’s. ” Eu sempre preguei a união e o esforço coletivo no combate à covid-19. E vejo que meu pensamento está certo. Porque com o esforço dos governantes, dos deputados, dos profissionais de saúde (que tem sido os verdadeiros heróis) contra essa guerra do inimigo invisível, além de a população, que entendeu a necessidade de lutar para que pudéssemos aos poucos voltar a normalidade. Se hoje estamos vendo a diminuição do número de infectados, menos pacientes internados e a diminuição na procura por consultas, é resultado da luta coletiva”.

Jenilson além de atuar como plantonista no Pronto Socorro de Rio Branco, ele tem realizado atendimento especializado nos municípios acreanos. O infectologista já atendeu nas cidades de Tarauacá, Jordão, Brasiléia e Assis Brasil.

Destarte, que o médico deputado foi o primeiro a propor o pagamento de gratificação aos profissionais de saúde e aos agentes da área de segurança em função de estarem na linha de frente de combate ao novo coronavírus. Sua fala ecoou e o governo concedeu o benefício aos trabalhadores mencionados.

Fonte: Folha do Acre