terça-feira, 19 de junho de 2018

Jenilson Leite apresenta indicação pedindo construção de poços artesianos na comunidade do indígena do igarapé Caucho e na vila Tocantins


Na sessão ordinária desta terça-feira (19), o deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) apresentou uma indicação à mesa diretora da Assembleia Legislativa (ALEAC) para que seja encaminhado ao DAPASA (departamento de pavimentação, água e saneamento) pedindo que o Órgão providencie a construção de poços artesianos na comunidade indígena do Igarapé Caucho, no município de Tarauacá, e na vila Tocantins, no município de Porto Acre.

Segundo a justificativa do parlamentar, a indicação tem objetivo atender os anseios das famílias das respectivas comunidades, pois os poços artesianos que existem nas localidades não atendem à demanda dos moradores. A reivindicação da comunidade indígena foi solicitada pelo vereador Cacique Nasso Kaxinawá e o seu irmão Cacique Antônio.

Para o deputado, a instalação dos poços artesianos assegura à comunidade o acesso a água de qualidade, garantindo o benefício de explorar os recursos hídricos disponibilizados na natureza para saciar pequenas demandas humanas e dos animais. “ É sabido que o acesso facilitado a água, permite as pessoas dedicarem seu tempo às suas atividades produtivas, aumentando o rendimento das famílias e, consequentemente a qualidade de vida da comunidade”, argumenta o deputado.

A construção dos poços artesianos beneficiará mais de trezentas famílias, sendo 200 no Caucho, e mais 100 na vila Tocantins.

Assessoria: Parlamentar 

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Jenilson Leite pede reforma da pista de Jordão em discurso na Aleac


O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), junto com Élson Farias, prefeito de Jordão,irão se reunir com o diretor do DERACRE André Mansour, para tratar da reforma da pista de pouso do aeródromo do município. Além disso, o deputado protocolou, nesta terça-feira (12), uma indicação na mesa diretora da Assembleia Legislativa do Acre (ALEAC) solicitando do DERACRE (departamento de estrada e rodovias) a imediata reforma da pista. Esta já a segunda indicação que o parlamentar faz no tocante a este assunto.

A pista de pouso de Jordão está em péssima condições para o pouso e decolagem das aeronaves. A má condição fez com que a empresa Rio Branco Taxi Aéreo suspendesse os voos para o município, esta decisão contribuiu com o aumento do preço da passagem da outra empresa que realiza voo para a cidade devido o monopólio. O valor que era de 380 reais saltou para 500 reais, um valor exorbitante considerando o poder aquisitivo dos moradores locais, que na sua maioria são beneficiários de programas sociais.

O município de Jordão é um dos mais isolados do país, para chegar na cidade só é possível por via área ou transporte fluvial, sendo que no período de estiagem apenas barcos pequenos conseguem navegar no rio Tarauacá.

Os moradores da cidade estão revoltados com aumento do preço da passagem e cobram uma solução imediata junto ao governo do Estado. Apoiado pelo parlamento municipal, os munícipes prometem fechar o aeródromo local caso não haja uma resposta do governo para suas reivindicações.

O deputado e o prefeito irão se reunir com o governador Sebastião Viana e o André Mansour para acertar os acordos da parceria entre o Estado e a Prefeitura para a realização da reforma.

Assessoria: Parlamentar 

No Bar do Vaz, Jenilson Leite faz resumo do mandato que chega nos lugares mais isolados do Acre

             

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Combater a violência no Brasil e no Acre sem fechar as Fronteiras é enxugar gelo, diz Jenilson Leite


O deputado estadual Jenilson Leite ( PCdoB), presidente da Comissão de Segurança e Narcotráfico da ALEAC, usou a tribuna da Casa nesta quarta-feira (06) para falar da reportagem exibida pelo programa Fantástico, da rede Globo, na qual mostrou a guerra entre facções pelo controle do tráfico de drogas nas cidades acreanas e na fronteira do Estado com a Bolívia e Peru . 


Para o parlamentar, enquanto o Brasil não se preocupar em frear definitivamente a entrada de drogas e armas na fronteira, vamos estar trabalhando de modo paliativo no combate ao crime e para poder diminuir a violência e o consumo de drogas. 

" É preciso se preocupar com a entrada de drogas e armas na fronteira, porque senão vamos sempre trabalhar de forma remediando e nunca prevenindo, sem conseguir solucionar o problema". 


O parlamentar destaca ainda, que se frear a entrada de drogas na fronteira, estaremos pondo fim no problema, logo porque não chegará tais produtos as cidades brasileiras. 

Jenilson Leite lembrou que quando viaja para Assis e Brasiléia, município da fronteira, entra nos países vizinhos e volta sem que haja fiscalização. " Qualquer cidadão pode encher o carro de cocaína e armas, passa pela fronteira nessas cidades sem que haja uma fiscalização. Como vamos solucionar o problema dessa forma?", questiona o deputado.


Leite enfatiza que os percalços no tocante a segurança nos governos estaduais reside justamente na entrada das drogas em solo brasileiro, " por isso, enquanto não houver um trabalho de combate na fronteira, vamos ficar enxugando gelo", enfatiza o deputado.


Peço ao Governo Federal que assuma a parte da responsabilidade que lhe toca no combate a violência no Brasil e no Acre, finaliza o Deputado.


Assessoria Parlamentar 

Jenilson Leite anuncia que pacientes que precisam de cateterismo esperam apenas uma semana no Acre

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB) informou na manhã desta quarta-feira (6) que Estado diminuiu a fila dos pacientes que precisam realizar cateterismo ao ponto de demorar apenas uma semana. Ele destaca que a informação relevante e importantíssima, “dada das dificuldades em nível nacional e em nível estadual” com a área de saúde pública diante dos cortes das verbas destinadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“O cateterismo é um exame que outrora eram encaminhados para fora do Estado via TFD. Muitos pacientes pioravam, faleciam no avião ou chagavam com sequelas. O serviço de hemodinâmica, uma parceria público/privada agora faz esse diagnóstico para saber se a coronária está entupida e coloca o stent. Se o paciente estiver com suspeita de enfarto faz o cateterismo na hora, os pacientes ambulatoriais esperam apenas uma semana”, diz Jenilson Leite.

Segundo o parlamentar, é uma realidade que se diferencia de muitos estados, “apesar da dificuldade que vivemos a gente conseguir ter uma fila de cateterismo a nível ambulatorial que não demora uma semana e os casos que são de emergência fazermos na hora”, diz Leite, ao destacar que muitas vezes as notícias que são divulgadas sobre a área de saúde são apenas as dos problemas, sem que as conquistas ganhem ênfase nos meios de comunicação local.


Assessoria Parlamentar 

Jenilson recebe o diploma “Amigo da PM” pelos serviços em defesa da Corporação


O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), presidente da Comissão de Segurança Pública e Narcotráfico da ALEAC, foi homenageado pelo comandante da Polícia Militar do Acre, Cel. Marcos Kinpara, com o diploma “Amigo da Polícia Militar”. A honraria foi concedida em reconhecimento aos relevantes serviços prestado pelo parlamentar para o progresso e renome da instituição.

Além do diploma, o comandante da corporação entregou um troféu ao deputado como forma de agradecer a luta de Jenilson em defesa da instituição Polícia Militar do Acre.

Em 2017, o deputado foi agraciado com a medalha Ordem do Mérito Guardião da Estrela Altaneira, a mais alta honraria concedia pela instituição a uma autoridade que não seja membro da corporação.

Para o homenageado, este diploma tem uma grande importância, pois é uma demonstração de que o trabalhado desenvolvido vai de encontro com que à sociedade e as instituições do Estado esperam de um representante no parlamento. “ Fico muito feliz pela homenagem, porque, isso significa que o nosso trabalho tem atendido aos anseios da sociedade e das instituições acreanas”, comemora o deputado.

Fonte: AC24horas 

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Deputado Jenilson Leite quer prorrogação do cadastro de reserva dos concursos da PM e Polícia Civi


Na sessão desta terça-feira (29) o deputado Jenilson Leite (PCdoB) informou que protocolará na Casa Civil e na SGA um documento solicitando a prorrogação do prazo do cadastro de reserva dos aprovados no concurso da Polícia Militar e Civil. Se o documento for aceito, o prazo de cadastro de reserva que vence em seis meses será prorrogado para dois anos.

O parlamentar frisou que a medida beneficiará mais de 800 jovens e trará economia aos cofres do Estado. “Estaremos protocolando esse documento por meio da Comissão de Segurança desta casa, pedindo que se prorrogue o prazo do cadastro de reserva para dois anos. Essa medida é totalmente viável e beneficiará jovens que nos próximos dois anos estariam à disposição caso haja necessidade e a condição financeira do Estado para contratar. Se o governo não fizer quando precisar terá que abrir um novo concurso, o que consome muitos recursos e demora em média dois anos”, explicou o parlamentar.

Jenilson Leite também falou sobre a agenda que cumpriu no último final de semana com o pré-candidato ao governo do Estado Marcus Alexandre (PT), na região do Tarauacá/Envira. Ele destacou a boa receptividade que o pré-candidato pela Frente Popular tem recebido no interior.

“Acompanhei Marcus durante visita aos municípios de Tarauacá e Feijó e fiquei muito feliz com a boa receptividade que ele teve. Ele é muito humilde, sabe conversar e as pessoas gostam disso. Marcus tem os pés no chão, é trabalhador e aos poucos está conquistando o Acre. As eleições estão se aproximando e o que vai contar no final é a humildade e o comprometimento”, frisou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac